Animais

Gravidez do cão, cinco riscos para evitar

Pin
Send
Share
Send
Send


A chegada dos cães será muito excitante e exaustiva, tanto para o seu cão como para você. Embora seja maravilhoso receber algumas bolas de pêlo adoráveis ​​em sua casa, será um trabalho árduo para a nova mãe dar à luz, dar à luz e cuidar de uma ninhada desobediente.

Portanto, é muito importante que você tenha certeza de que seu alimento contém todos os nutrientes de que necessita. Comer corretamente irá garantir que tanto a mãe quanto seus filhotes estejam saudáveis ​​e felizes.

Embora os alimentos formulados para adultos sejam ótimos para sua dieta habitual, durante a gravidez você precisará de um suprimento adicional de nutrientes, especialmente se estiver esperando por uma ninhada grande.

As futuras mamães precisam de mais energia e proteína, ambas presentes em um alimento de cachorro de boa qualidade. Alimentando o seu cão grávida com uma fórmula de cachorro irá fornecer o suporte nutricional seu animal de estimação precisa durante e após a gravidez.

O estado físico do seu cão (e qualquer outro problema médico) pode influenciar suas necessidades nutricionais durante a gravidez. Você pode conhecer melhor o estado físico do seu cão com a nossa ferramenta de fitness.

Por que devo alimentar meu cachorro com comida para filhotes durante a gravidez?

Os alimentos para cachorros são mais ricos em nutrientes essenciais e fornecem mais energia do que os alimentos formulados para adultos. Além disso, é mais fácil de digerir. É importante manter tudo isso em mente ao alimentar cães prenhes.

Alimentar seu cão com uma fórmula para filhotes de 3 a 4 semanas de gestação a ajudará a permanecer forte e a passar os nutrientes para os filhotes através do leite materno.

Você deve introduzir gradualmente o novo alimento em sua dieta, para dar tempo para o seu sistema digestivo se adaptar. Comece introduzindo comida de cachorro em sua fórmula usual, um pouco de cada vez, por cerca de uma semana, até que você tenha substituído completamente uma refeição com outra.

Tenha em mente o tamanho e as preferências do seu cão ao escolher o alimento para filhotes que você vai dar a ela.

Por porção, comida seca contém mais calorias do que comida úmida. Portanto, se a dieta do seu cão consistir apenas de comida úmida, você terá que alimentá-la mais vezes (ou em rações maiores) para garantir que ela receba a energia extra que precisa, especialmente se for uma raça de tamanho. grande Você também pode tentar misturar sua comida úmida com um pouco de comida seca para obter o melhor de ambos.

Certifique-se de ter sempre acesso fácil a água potável limpa e fresca para se manter hidratado, especialmente se for usar uma fórmula de alimento seco durante a gravidez.

Quanta comida devo dar a um cão grávido?

Ao alimentar os cães prenhes, mantenha o tamanho normal da sua ração durante as primeiras semanas de gravidez. Durante esses estágios iniciais, o seu cão pode ficar longe de comida ou sofrer de pequenas náuseas ou vômitos, semelhante à "náusea da gravidez" humana. Embora pareça preocupante, não é: é um processo completamente normal. No entanto, se você está preocupado com a perda de apetite ou se ainda sente desconforto, consulte o veterinário.

Começa a aumentar seu consumo de alimento, pouco a pouco, a partir da quinta semana de gestação. Aumente o tamanho da sua ração um pouco a cada semana, de modo que, na nona semana, o tamanho da ração seja aproximadamente um terço maior que o normal. Até lá, o peso da mãe terá aumentado cerca de 25%, ou até mais, se ela estiver esperando por uma ninhada grande.

Meça e controle as rações para evitar comer demais e desenvolver a obesidade, pois isso causaria problemas durante a gravidez e o parto. Se você está preocupado com o peso do seu animal durante a gravidez, vá ao seu veterinário.

É melhor alimentar seu cão prenhe com rações pequenas e frequentes nos últimos estágios da gravidez, já que uma barriga cheia de filhotes não terá muito espaço para comida.

Quanta comida devo dar a um cão durante a amamentação?

Alimentar sua ninhada recém-nascida é um trabalho árduo para a mãe, uma vez que seus filhotes precisam de bastante leite materno nutritivo para crescerem fortes e saudáveis. De fato, você sabia que cadelas produzem mais leite para seus filhotes do que mulheres para nossos bebês?

Para ajudá-la a obter a energia extra que precisa para amamentar sua ninhada com fome, continue alimentando-a com a fórmula para filhotes que começou a comer durante a gravidez. Seu maior conteúdo calórico e nutrientes adicionados fornecerão resistência e ajudarão a produzir leite de alta qualidade para seus cães.

Durante as semanas 1-3 da amamentação, aumente suas refeições diárias de duas para três. Na quarta semana (quando a sua produção de leite atinge o seu pico), sobe para quatro refeições diárias. O tamanho da porção de cada uma dessas refeições deve aumentar da seguinte maneira durante a amamentação:

  • Primeira semana: 150% da sua ração habitual
  • Segunda semana: 200% da sua ração habitual
  • Terceira semana: 300% da sua ração habitual

A quantidade e a frequência das refeições do seu cão durante a amamentação dependerão da sua raça e do tamanho da sua ninhada. Se você estiver amamentando uma ninhada de mais de quatro filhotes, precisará de tanta energia que talvez seja melhor permitir o acesso constante à comida.

As novas mamães amamentarão suas ninhadas por aproximadamente 6-8 semanas, mas os filhotes podem começar a experimentar alimentos sólidos a partir de 3 a 4 semanas de idade. À medida que os filhotes são desmamados, reduzem-se gradualmente a ingestão alimentar da mãe, até atingir novamente a quantidade anterior à gestação.

Se você tiver dúvidas sobre a alimentação neste estágio importante, converse com seu veterinário sobre como alimentar seu cão durante todas as fases da gravidez e da lactação.

1. Temperaturas extremas durante a gravidez do cão

Ambos extremo frio e calor eles são prejudiciais para qualquer cachorro e, ainda mais, por um fêmea canina grávida. O frio extremo pode fazer com que você fique doente e, em seguida, ficará apetitoso e decadente, o que resultará em uma perda de apetite no cão gestante.

A melhor maneira de evitar que a mulher grávida adoeça no inverno é protegê-la de baixas temperaturas. Mudanças súbitas são desaconselháveis ​​para a cadela grávida, então você deve abrigá-lo durante suas viagens ao exterior no inverno.

O calor extremo do verão é tão prejudicial quanto as temperaturas muito baixas. A insolação fatal no cão é mais provável em certos segmentos da população canina, como mulheres grávidas, cachorros, cães que sofrem de doenças cardíacas ou respiratórias e os cães idosos.

As cadelas grávidas têm um metabolismo mais rápido do que o habitual. Portanto, durante o verão, é recomendável que você sempre tenha sombra e água fresca.

2. O cão deve sempre ter água fresca

A hidratação adequada ajuda a gestante a regular sua temperatura corporal

A hidratação adequada ajuda a mulher grávida a regular a temperatura corporal. Um cão grávido pode beber toda a água que precisa. Como o resto dos cães, você deve sempre ter água limpa e fresca disponível (mais quente que fria).

3. A obesidade é perigosa durante a gravidez do cão

Obesidade e excesso de peso não são recomendados para uma fêmea grávida. O excesso de gordura aumenta o risco de dificuldades na expulsão dos filhotes através do canal do parto (distocia).

Segundo José Capacés, veterinário, "excesso de gordura abdominal dificulta a contração muscular durante o parto".

O cão deve ter um peso ajustado ao seu tamanho, idade e raça antes de iniciar a gestação.

4. O estilo de vida sedentário não beneficia a mulher grávida

Estilo de vida sedentário e obesidade causam problemas durante o nascimento do cão

Estilo de vida sedentário causa obesidade e excesso de peso que resultarão em problemas articulares e cardiorrespiratórios. Um cão grávido pode andar, brincar e correr, a menos que o veterinário indique o contrário. É o que acontece quando há risco de aborto ou ruptura uterina.

Até os 45 dias de gravidez, o cão não será volumoso ou se sentirá mais desajeitado ou chateado. Passeios e jogos moderados ajudam a manter sua saúde física, para tonificar os músculos e melhorar o seu humor.

Por que minha cadela grávida não come?

Como sempre dizemos Antes de tentar resolver um problema, devemos procurar a causa. Neste caso, é essencial decidir quais são as razões que o nosso cão não quer comer.

A primeira coisa a entender é que, embora ela seja um cão, sua gravidez não difere muito da do ser humano. Portanto, seus hormônios são revolucionados, náusea aparece, peso, calor e muitos outros fatores influenciam seu humor e apetite.

Assim, devido a estas razões, é muito provável que um cão grávida não queira comer durante algumas horas ou mesmo alguns dias. Isso não deve nos alarmar mais do que a conta. Náuseas, especialmente, é uma das principais razões pelas quais nosso animal de estimação recusaria alimentos. É normal ou come quando tem vontade de vomitar?

Naturalmente, esses sintomas serão normais desde que apareçam após a terceira semana de gravidez. Se isso acontecer antes, é melhor ir ao veterinário, porque a causa pode ser mais grave.

Outra razão pode ser que, à medida que sua atividade física diminui, suas porções de comida também. Quando você olha para a sua tigela, você verá que ele come menos do que o habitual, mas isso não tem que ser um grande problema. Também pode ser que, devido às mudanças em seu corpo, ele não goste mais do alimento que você dá a ele.

O que eu faço se minha cadela grávida não quiser comer

Uma vez que identificamos algumas das causas mais conhecidas pelas quais uma cadela grávida não come, é hora de agir para resolver o problema. Embora algumas das causas não sejam de grande preocupação, é verdade que, depois de um tempo, isso se torna um perigo para mães e bebês, então é hora de agir.

Aqui estão algumas dicas que você pode seguir se a sua cadela grávida não comer:

  • Coloque porções menores. Você sabe que as mulheres grávidas às vezes ficam enojadas, por assim dizer, com a comida. É possível que, se o seu cão passar por um momento desses e ver muita comida em seu prato, ele fique enjoado e nem queira se aproximar. Você poderia colocar pequenas porções em vários tiros por dia.
  • Altere o feed. Se você acha que pode não gostar mais de feed, tente procurar outro com um sabor diferente. Se o que você tem é frango, mude para vitela ou peixe. Pergunte a uma loja de veterinária para aconselhamento sobre alimentos especializados em cães prenhes.
  • Experimente a dieta suave. Se, mesmo depois de trocar a ração, a sua cadela grávida não comer, experimente a dieta da BARF. Talvez uma mudança seja o que você precisa.
  • Limpe seus alimentadores. Tanto a calha como a calha devem estar limpas e ter sempre comida e água frescas. As mulheres grávidas tornam-se mais delicadas com a questão da limpeza.
  • Tente se exercitar. Se você acha que simplesmente come menos do que o habitual, pode ser devido à falta de exercício. Andar a pé não é mau para cadelas grávidas, mas pelo contrário. Dê longas caminhadas a um ritmo lento com ela e veja se isso aumenta seu apetite.
  • Leve-a ao veterinário. Se depois de tentar todas estas medidas não obtiver resultados, leve o cão ao veterinário, especialmente se já passaram 24 horas desde a última refeição. No caso de beber, faça isso antes que esse tempo passe, pois ele pode ficar desidratado.

Calado, com um pouco de esforço você pode fazer o seu cachorro comer E, se não, você já sabe que os veterinários são especializados em qualquer tipo de problema que nosso animal possa apresentar. Tome nota dessas dicas e tudo terá permanecido em um ligeiro susto.

Outras causas de perda>

Além da náusea, uma cadela grávida pode parar de comer por outros motivos que devem ser conhecidos para lidar com essa situação:

  • É possivel que suapreferências alimentaresmudaram e fique à espera de mais mudanças de menu ou de uma comida mais suculenta.
  • Se existe um estilo de vida sedentário, ausência de exercício físico O estímulo necessário para despertar o apetite não será provocado.
  • Um cão grávido pode parar de comer porque lhe é dado um tomar muito de comida, neste caso não responderá com apetite à entrada subsequente.
  • Problemas de estômago, especialmente se já tivessem ocorrido antes da gravidez.

O que posso fazer para estimular o apetite da minha cadela grávida?

Aqui estão algumas dicas simples que ajudarão você a recuperar seu bom comportamento alimentar apesar da situação diferente que causa a gravidez em seu corpo:

  • É possível altere o feed com mais frequência. Se não quisermos tomar essa ação, será necessário que nunca mudemos a comida habitual, só então o cão entenderá que é isso que ela deve comer, caso contrário seu comportamento será muito semelhante ao de uma criança que sabe que será recompensada com uma sobremesa. .
  • É importante mantenha uma rotina, isto é, sempre alimentá-lo nos mesmos horários e preferencialmente após a caminhada, pois o apetite será mais estimulado. Em relação a este ponto, você pode consultar nosso artigo sobre "Andar o cão antes ou depois de comer?" e informá-lo de tudo, não só para esta fase do seu cão, mas para estabelecer as melhores rotinas.
  • Não devemos deixar a comida que o cão não tomou no alimentador, ou seja, se depois de 10 minutos ela não tiver comido mais, então é hora de remover a comida até a próxima tomada.

Se, apesar de tomar essas ações, o apetite do cão não melhorar, é importante vá ao veterinário, pois pode recomendar o uso de um suplemento nutricional, que certamente deve ser removido uma vez que o animal recupere seu apetite normal.

Se você quiser ler mais artigos semelhantes a Por que minha cadela grávida não quer comer?, recomendamos que você entre em nossa seção de gestação.

Pin
Send
Share
Send
Send