Animais

10 dicas básicas para cuidar do seu cão

Pin
Send
Share
Send
Send


Ter um cão implica uma grande responsabilidade. Embora o conselho para cuidar do seu animal de estimação seja simples, você deve saber que será para o resto da sua vida, portanto, cuidar do seu cão, ou do cão que você pretende adotar, não é uma tarefa fácil.

Além de fornecer coisas básicas, como comida, água, veterinário ou exercício, existem outras dicas que são importantes para o seu animal de estimação ser feliz e saudável.

- Pet seu cão. Um tratamento amoroso é muito aconselhável para a saúde do seu animal de estimação. Tire algum tempo do dia para compartilhar com seu cão e obter tempo de qualidade. Aproveite a oportunidade para acariciar, abraçar ou dar uma massagem relaxante nas pernas e coxas.

- Faça-o exercitar. Tire alguns minutos do seu dia para jogar com ele, ou jogando uma bola ou dando uma longa caminhada no parque.

- Eduque seu cachorro. A educação do animal de estimação deve incluir: horários das refeições, passeios, espaços onde você pode dormir, elementos com os quais você pode brincar, o lugar onde você precisa fazer, etc. Aprender todas estas coisas garante uma boa adaptação do cão ao lar.

- Recompense seu bom comportamento. Quando seu cão faz algo que você pediu ou responde a um certo tipo de treinamento, parabenize-o e recompense-o com guloseimas, carícias ou brinquedos.

- Visitas ao veterinário. Dentro dos cuidados que um animal necessita, são importantes as visitas regulares ao veterinário, onde as vacinas e o chip obrigatório são importantes.

- Alimento. É importante que os cães sigam uma boa dieta. Conversar com o veterinário nos ajudará a conhecer os nutrientes necessários para nosso animal de estimação de acordo com sua raça, condição física e peso.

- Higiene animal. É importante manter a higiene do animal em dia: ouvidos, boca e cabelo.

Dentro dos cuidados que um animal precisa, visitas regulares ao veterinário são importantes.

Dicas básicas para cuidar do seu cão

Ter um cachorro não é apenas fornecer água e eu acho! Nosso animal de estimação precisa de muito mais do que uma casa, cuidados veterinários e exercícios.

Em Wakyma, nós lhe contamos o básico ao cuidar do seu cão:

Identifique seu animal de estimação

Se você compartilha sua vida com um animal de estimação, Existem dois tipos de identificação que você pode ter:

  • Placa de identificação: colocar uma coleira ou arnês com uma placa de identificação com seu nome, endereço e número de contato. Mesmo se você for muito cuidadoso, seu cão poderia escapar! Com um colar de identificação, qualquer pessoa poderia localizá-lo para devolvê-lo a você. Lembre-se também que o colar não deve ser muito apertado, dois dedos devem entrar e deslizar facilmente!
  • Microchip de identificação: É fundamental! Você pode colocá-lo em casa? Não! O veterinário irá colocar o microchip. Há muitos casos de cães que conseguiram voltar para casa, graças à identificação do microchip.

Cumpra a lei local que rege seu animal de estimação

Ter o cartão de vacinação do seu cão atualizado é essencial. Se o seu cão pertence a uma raça especial (como raças potencialmente perigosas), você também pode precisar informar-se sobre as licenças necessárias para ter seu amigo cão.

(Foto via: 1zoom)

Mantenha seu cão limpo!

Dependendo da corrida, seu cão pode precisar de cuidados mais exigentesLembre-se! Há cabeleireiros caninos que podem lidar com isso se você precisar. Ou se você é um trabalhador braçal, você pode tentar fazer sua própria sessão de preparação de cães em casa.

Cuide do pêlo do seu cão, escove-o com frequência, além do pêlo do seu cão brilhar mais.Você tem dúvidas sobre como cuidar do pêlo? Não hesite em perguntar ao veterinário sobre os cuidados específicos da sua raça.

Lembre-se de levar seu cachorro ao veterinário

Você nunca lembra quando levar seu animal ao veterinário? Baixe o aplicativo Wakyma! Todos os avisos e cuidados de seu animal de estimação, em sua própria mão!
Lembre-se que o seu cão precisa de revisões periódicas! É a melhor maneira de detectar possíveis problemas de saúde. Um veterinário profissional é aquele que deve sempre diagnosticar nosso animal de estimação e oferecer o melhor tratamento, conforme necessário.

Ande com seu cachorro, na coleira!

Mesmo que tenha todas as suas vacinas em ordem e licenças (caso você seja uma raça que precisa de licenças especiais), Não deixe seu cachorro vagar sozinho pela vizinhança!

(Foto via: groupon)

Lembre-se! Você é a pessoa responsável pelo que pode acontecer com você.

Ofereça ao seu cão o alimento que ele precisa

Se tiver dúvidas, é melhor perguntar ao seu veterinário sobre o alimento, a quantidade e a frequência que seu animal de estimação precisa, desde Pode variar dependendo do peso, idade e raça que o seu cão tem. Se você não sabe como escolher o alimento do seu cão, não perca o nosso conselho!

Não se esqueça da dentadura do seu amigo cão! E os dentes também precisam ser escovados! Eles são básicos para você poder comer bem. Você não sabe como cuidar dos dentes do seu animal de estimação? Descubra como limpar os dentes do seu cão.

Socialize e eduque seu animal de estimação

Socializar o seu cão desde que ele é um cachorro é muito importante! Onde posso socializar meu novo amigo cão? Não hesite em ir ao parque mais próximo! Lembre-se de não cometer esses erros quando se trata de decolar. Seu cachorro para o parque.

Com reforço positivo, você pode treinar e treinar seu animal de estimação! Lembre-se Violência nunca é uma opção! Se você quer mudar o comportamento do seu cão, recompense-o quando ele fizer algo certo!

Exercite seu animal de estimação!

Brinque e faça longas caminhadas com seu animal de estimaçãoassim, você vai melhorar o vínculo que você tem com o seu cachorro!

Quanto tempo você deve brincar com seu cachorro? Quantas vezes devo andar meu animal de estimação? Isso vai depender da raça e de como ela é ativa.

(Foto via: consumidor)

Seja paciente com seu cachorro!

Problemas de comportamento podem ser resolvidos! Mesmo falando de casos extremos, um treinador canino pode redirecionar o comportamento mais complicado.
Se ele mostrar agressividade em momentos específicos, por exemplo, se você for tocar suas orelhas, leve seu animal ao veterinário! Pode ser uma infecção no ouvido.

Pin
Send
Share
Send
Send